Literatura geral
   

De onde vêm as Histórias

texto Maria José Silveira
 

“Como explicar com clareza de onde surgem as histórias?” “Como explicar o que é literatura?” Estas são apenas algumas das questões que surgem a todos que de certa forma se envolvem com a ficção. Não importa se você é escritor, professor, leitor ou estudante, em algum momento de sua trajetória já deve ter refletido sobre o papel e a importância da ficção. Já deve ter se perguntado “De onde vêm as histórias?”. Este livro surgiu desta inquietação, deste desejo de compreender a origem, o começo, o ponto inicial da ficção. Maria José Silveira, a partir de sua própria experiência e também de amigos escritores como: Heloisa Prieto, Índigo, Luiz Bras, Marcelino Freire, entre outros, conta como um escritor cria mundos, personagens, tramas, enfim, cria histórias! Acreditando que “o fascínio pelas histórias extraordinárias que os homens contam é quase uma parte constitutiva de sua natureza”, Maria José toma para si e honra o lema de Mallarmé, o poeta francês: “Tudo existe no mundo para terminar num livro”.

   

Quer Ouvir Uma História?

texto Heloisa Prieto
 

Sherazade e suas histórias encantadas, dinossauros, gladiadores, heróis, bruxos e naves intergalácticas transitam livremente pelos caminhos imaginários da criança e do jovem do século 21. Contando casos e lendas, relendo os clássicos de aventuras, Heloisa Prieto convida-nos a instigar a imaginação e a descobrir que vivemos cercados de narrativas, dos antigos mitos às grandes estreias mundiais do cinema. E reflete: “quando o pai, o professor, o escritor ou até mesmo um diretor de cinema narra uma história, eles ocupam o lugar do xamã, do bardo celta, do cigano, do mestre zen, do sábio e do mago. Nesse momento, exercem a arte da memória”. Escrito para pais, educadores e todos os interessados em literatura, a obra trata do processo de criação e sobre a importância do romance nos dias atuais.

   

O Doente Imaginado

texto Marco Bobbio
 

Todo indivíduo tem direito ao melhor tratamento de saúde possível. A obra do ilustre médico italiano Marco Bobbio nos leva a refletir: mas qual é o melhor tratamento? Aquele que apenas prolonga a vida do paciente? Aquele que o faz melhorar? O mais caro? Aquele que o paciente considera aceitável, lógico, suportável e que está de acordo com seus princípios? Aquele que o médico considera mais eficaz, mais acessível? Ou o mais documentado do ponto de vista científico? O valor dessa reflexão está justamente na análise imponderável de que nem sempre os parâmetros da ciência são suficientes para justificar a escolha – ou não – por um tratamento. Afinal, estamos doentes ou a indústria médica nos imagina doente?

   

Amazônia Fantástica

texto Jairo Costa
 

O insólito e maravilhoso mundo dos mitos, das lendas e dos mistérios da nossa grande floresta reunidos em um livro que desvenda para o público adulto as antigas narrativas orais e os mistérios mais recentes da Amazônia. Juntos, passado e presente formam o atual inconsciente coletivo amazônico e navegam pelas estradas fluviais da nossa imaginação.